domingo, 17 de fevereiro de 2013


Sorrir sem razão aparente, haverá algo mais genuíno? Sentir que o dia valeu a pena, só porque o sol brilhou dentro de nós

Sem comentários:

Enviar um comentário

"Desaprender para aprender. Deletar para escrever em cima.
Houve um tempo em que eu pensava que, para isso, seria preciso nascer de novo, mas hoje sei que dá pra renascer várias vezes nesta mesma vida. Basta desaprender o receio de mudar"